AS - Toponímia  

Posted by Diego Erik in

Toponímia de Eimland
-Personalidades e Organizações-


Linha do Tempo da Guerra dos 50 Anos

0E: O Seis Reinos são unificados sobre a bandeira de um único reino soberano sob o olhar o Deus e o governo da rainha guerreira Eirin Eimland. Inicia-se o Calendário de Eimland.
538E:
Brancent III inicia a investida contra Londolor que seria conhecida como Guerra dos 50 anos.
549E: Brancent III morre, é sucedido pelo rei guerreiro Brancent IV. As forças de Eimland perdem iniciativa e são forçadas a um longo e custoso empate contra Londolor.
575E: Nevastrir entra para a guerra apoiando Londolor e atacando principalmente em Edhervarst.
576E: Vascrog VI morre. É sucedido pelo seu segundo filho príncipe Alorias. Um surto de Peste Negra se espalha pelos campos de batalha dos três reinos, clamando a vida de soldados e plebeus, e forçando um novo empate. Acredita-se que bruxos e demônios malignos lançaram a peste sobre os homens de deus.
578E: Nevastrir é forçada a se retirar da guerra.
579E: A peste negra passa, Londolor sai em melhor estado, e inicia uma forte ofensiva.
581E: Brancent V morre, vítima da Peste Negra.
583E: Brancent IV morre, acredita-se que envenenado. Hammond III assume o trono.
587E: Alorias embate com as forças da Ordem da Lótus em Falonde, em uma das batalhas mais sangrentas da guerra. Após um longo impasse força Eimland a um acordo de paz, e hostilidades cessam.
588E: Diversos cavaleiros e soldados plebeus não receberam seu pagamento e iniciam revoltas diversas contra os nobres, rebeliões surgindo por toda parte. Nasce príncipe Kylan Mithras.
589E: Início da Campanha.


Calendário

12 Meses, 30 dias cada, semanas de 10 dias.
1 - Princesa. Fim do Inverno.
2 - Rei. Início da Primavera.
3 - Escudeiro. Meio da Primavera.
4 - Guerreiro. Fim da Primavera.
5 - Mago. Início do Verão.
6 - Cavaleiro. Meio do Verão.
7 - Espião. Fim do Verão.
8 - Rainha. Início do Outono.
9 - Ladrão. Meio do Outono.
10 - Viajante. Fim do Outono.
11 - Aprendiz. Início do Inverno.
12 - Amante. Meio do Inverno.


Personalidades

Alorias Melares, rei (43, Escudeiro 17):
Assume o trono de Londolor em 576E, aos 29. Alorias é um rei competente, e após o surto de Peste Negra que dura quase 3 e a morte de Brancent IV alguns anos depois força uma avanço agressivo sobre Eimland, que não consegue retaliar, retoma o Domínio de Donione e avança pela própria Falonde, onde é parado pelo poder da Ordem da Lótus e do general Anaxander Thibauld. Eventualmente força rendição de Eimland ao final de 587E.

Anaxander Thibauld, general (56, Viajante 10): Conhecido como O Santo de Ferro, é o comandante da Ordem da Lótus, e um dos guerreiros mais temidos de sua geração. Foi responsável por diversas vitórias ao lado de seu companheiro general e amigo pessoal Sigrard Calhart. Com o fim da guerra perde espaço na corte do duque Drewsaw por seus métodos cautelosos em relação à sucessão.

Bartholomeu Darney, marquês (35, Mago 21): Chamado pelos seus aliados de Príncipe de Mithril e de Demônio Prateado por seus oponentes, foi um grande guerreiro na batalha contra Londolor. É o líder da Ordem do Grifo e jurado ao Duque Cydion Drewsaw. É um devoto fiel da Igreja, dedicado às artes, e um dos poucos membros da alta aristocracia que é respeitado e amado pelo seu povo.

Brancent III, falecido rei (40†, Cavaleiro 12): Falecido rei de Eimland antes da Guerra dos 50 Anos. Era tio de Edmund II, rei de Londolor. Com a morte de Edmund II e a ascensão de seu primo Vascrog VI, Brancent III declarou-se como verdadeiro rei de Londolor e no Ano de Nossa Senhora de 538E lançou campanha contra Londolor. Falece misteriosamente em 549E.

Brancent IV, falecido rei guerreiro (55†, Mago 5): Falecido rei guerreiro de Eimland durante a Guerra dos 50 Anos. Assume o trono em 549E, aos 21. Brancent IV é um guerreiro feroz, liderando seus homens na linha de frente, vencendo diversas batalhas e perdendo algumas outras. Morre em 583E, acredita-se envenenado, dois anos após a morte de seu primeiro filho, Brancent V, aos 36.

Cydion Drewsav, duque (56, Ladrão 16): Descendente do falecido rei Brancent III, Duque Cydion governa o exército mais poderoso de Eimland de dentro da Impenetrável Fortaleza de Falonde. Seu braço direito é Anaxander Thibauld, o santo de ferro, general da Ordem da Lótus.

Edmund II, falecido rei (38†, Rei 27): Falecido rei de Londolor antes da Guerra dos 50 Anos. Era sobrinho de Brancent III e morreu sem nomear um sucessor. O Conselho de Paz de Londolor nomeia seu primo, Vascrog VI, de linhagem Nevastriri, como seu sucessor.

Eglad Amoch, cardeal (52, Aprendiz 15): Segundo em poder na Santa Igreja, abaixo apenas do Alto Confessor, cardeal Eglad Anoch lutou bravamente nas linhas de frente durante a Guerra dos 50 Anos, inspirando as tropas e canalizando o poder da Sagrada Alene em nome de Eimland. Seu braço direito é a cavaleira divina Liana Tourseau, a Princesa Dourada, comandante da Ordem da Cruz Solar.

Elbrich Calhart, general (28, Cavaleiro 30): Um devoto fervoroso na Santa Igreja, general Elbrich Calhart é o segundo filho do falecido general Sigrard Calhart, e apontado por ele como seu sucessor em comando. Sua presença no campo de batalha foi instrumental durante a guerra, tendo lutado lado-a-lado com o rei Brancent IV e recebido dele o título de Cavaleiro Devoto.

Eldereth Mithras (Volstan), rainha consorte (27, Princesa 20): Irmã de duque Igor Volstan, seu principal aliado, é a esposa do rei Hammond Mithras III. Deu luz a três filhos do rei, Brancent VI e Jean, ambos falecidos durante a Guerra dos 50 Anos, e recentemente ao príncipe Kylan.

Hammond Mithras III, rei (42, Princesa 17): Rei Hammond Mithras foi coronado como 18º rei de Eimland após a morte misteriosa de seu pai, Brancent IV durante a Guerra dos 50 Anos, em 583E, aos 36. Sua rainha é Eldereth Mithras, com quem teve dois filhos, Brancent VI e Jean-Pierre. Ambos morrem jovens, acredita-se que por assassinato. Adotou sua meia-irmã por parte de pai, princesa Valerie, como filha mais velha e herdeira; meses após nasceu seu mais novo filho, Kylan. Hammond é considerado pelo Conselho como um homem fraco, e as decisões são feitas pela rainha consorte. A comandante da Ordem do Dragão é a general Lehria Vanbrich.

Igor Volstan, duque (37, Rainha 11): Governando forças numeradas a centenas de cavaleiros e milhares de soldados da Ordem das Lâminas Gêmeas, Duque Igor é uma figura de grande poder e prestígio em Eimland. É irmão da rainha Eldereth. O comandante de suas forças era Sigrard Calhart, e após sua morte é seu filho Elbrich Calhart.

Jamath Oloreas, grande duque (47, Guerreiro 2): Conhecido como O Rei da Forja por seu extenso investimento em armas de fogo, é o senhor de Edhervarst. Seu comandante era Zackary Le’Berry, mas após a Guerra de 50 Anos ele foi expulso em desonra do exército por sua conduta imprópria, e o posto foi passado para Jansen Oloreas, sua parente. Além de seus cavaleiros e carabineiros, o grande duque conta com a força de sua própria força assassina, os místicos e misteriosos Nagajah.

Jaufre Mousset, sagrado sacerdote (78, Amante 30): O chefe da Santa Igreja, o Sagrado Sacerdote Alto Confessor Jaufre Mousset possui influência considerável por toda Eimland. Seu imenso poder de consagrar ou excomungar qualquer um estende a sombra de sua influência muito além do que o pouco poder político da igreja indicaria.

Karissa di Lalo, capitã (22, Cavaleiro 22): Filha de uma família nobre menor, abandonou título e terras para servir a Guarda do Dragão, os guarda-costas da família real, eventualmente subindo ao posto de Capitã. Karrisa é designada como guarda-costas da Princesa Valerie pelo Conselho de Eimland, e junto de mais dois cavaleiros, Alissas e Dryfolk, é enviada junto dela aos cuidados da igreja.

Kylan Mithras, principe (1, Aprendiz 23): Após a morte de seus dois filhos Hammond Mithras adotou sua meia-irmã Valerie como filha e herdeira. Meses após nasce o príncipe Kylan, gerando discórdia sobre quem será o herdeiro do adoecido rei.

Marcus Gafhart, rei (58, Ladrão 12): Rei de Nevastrir, uma nação guerreira ao norte do Estreito das Adagas. Parente de Vascrog VI entra na guerra em 575E, invadindo através de Edhervarst. A peste se espalha em Nevastrir, que somado às perdas perante as forças de Zackary Le’Berry e dos Nagajah, forçam o rei guerreiro de volta para sua terra em 578E.

Sigrard Calhart, general falecido (56†, Rainha 1): Falecido general de Nigallin, recebeu o título máximo de Cavaleiro Galante por seus esforços durante a Guerra dos 50 anos, onde conseguia encontrar vitória onde tantos outros pereceram. Teve dois filhos com sua primeira esposa, Ellie Sivrard, e mais dois com sua segunda, a plebeia Leona Luggon. Morreu pouco após o fim da Guerra, vítima de uma longa doença que aos poucos lhe sugou a vitalidade. Foi sucedido à seu pedido pelo seu filho Elbrich Calhart.

Valerie Mithras, princesa (15, Mago 11): Filha do falecido Rei Brancent IV com uma nobre de Donione, e meia-irmã de Hammond Mithras, foi adotada pelo mesmo após a morte de seu segundo filho. Após o nascimento do príncipe Kylan foi enviada da capital para os cuidados da Santa Igreja, com proteção de um contingente da Guarda do Leão.

Vascrog VI, falecido rei (56†, Espião 4): Assume o comando de Londolor em 542E, aos 23, e é logo invadido por Brancent III, que o acusa de não possuir direito ao trono. Vascrog eventualmente conta com a ajuda de seu parente Marcus Gafhart de Nevastrir em 575E. Morre um ano depois, acredita-se que por causa da Peste Negra. É sucedido pelo seu segundo filho, Alorias.

Vincent Calhart, estrategista (37, espião 24): O filho mais velho do general Elbrich Calhart, é versado tanto nas artes do combate e da magia quanto nas da corte, e foi instrumental durante as negociações de paz ao fim da guerra. Repassou o posto de comandante da Ordem das Lâminas Gêmeas a seu irmão Elbrich à pedido de seu doente pai, e tornou-se chefe-estrategista e braço direito do Duque Igor Volstan.

Zackary Le’Berry, ex-general (52, Rainha 26): Zackary Le’Berry foi comandante da Ordem dos Dois Leões de Edhervarst durante uma longa porção da Guerra dos 50 anos, sendo uma das peças fundamentais contra a ofensiva do reino nortenho de Nevastrir. Devido à seus métodos barbáricos durante a guerra foi expulso do exército e teve seu título, pagamento e posses tomados. Tornou-se um mercenário livre, e lidera o grupo conhecido como Lâminas Cinzentas.


Grupos

A Sociedade Tecnocrata: Baseados em Sildarar, Himline, é uma organização de estudiosos, artífices e desbravadores, que forma os melhores e mais hábeis engenheiros de cerco, maçons e mecânicos de Eimland. Seu foco é o estudo de tecnologia antiga, inclusive a mecânica de eras passadas.

Caravana Escarlate: O maior consórcio mercante de Eimland, organiza e controla caravanas nas principais rotas dos Seis Domínios, inclusive marítimos.

Cavaleiros Protetores de Eimland: A mão do Conselho de Eimland, jurados à família real e ao reino, compostos pela Guarda do Dragão e os Olhos do Dragão. Membros dos dois grupos abandonam sua vida anterior, nome, título, famílias e mesmo liberdade para se casar, para jurar lealdade ao reino.

Companhia dos Homens Mortos: Baseada em Nigallin, foi um grupo terrorista de grande influência e tamanho. Muitos soldados plebeus de alto posto não receberam pagamento devido e junto com os fazendeiros sobretaxados da região voltaram-se contra os nobres em diversos ataques ousados.

Conselho da Magia: Com base central em Doleris, na Grande Academia, é a organização que se dedica ao estudo do Arcano e do Véu. Seus Observadores percorrem o reino as vezes junto de inquisidores da igreja atrás de sinais de bruxaria e sinais de magia arcana inata. Inatos são tirados de suas famílias e levados à Grande Academia, onde podem ser treinados. Estudantes, inatos ou não passam por três anos de estudos antes de seu Teste. Cerca da metade morre, falha, fica louco ou uma combinação dos três.

Conselho de Eimland: Conselho composto pelas principais famílias de comandantes militares, senhores de terras e castelões. Sua função é de conselheiros, guardiões e auxiliares da Coroa.

Filhos de Kargath: Baseada em Himline, é uma organização mercenária de soldados sem emprego, bandidos e foras-da-lei de todos os tipos.

Guarda do Dragão: A ordem de elite é a guarda de honra da família real. Guardam o castelo e residências reais bem como acompanham e protegem a família real, com suas vidas se necessário.

Heróis das Estrelas: A gerações atrás, na era fantástica de tecnologia, magia e onde povos antigos e estranhos eram mais que mito, os demônios de além do Véu atacaram os povos do mundo. Juntando as cinco joias das estrelas, guerreiros marcados na pele usaram de grande poder para derrotar os demônios e expulsá-los para o éter novamente, trazendo paz à terra e sumindo no anonimato. À época do império de Konsvow, em -700E, um rei-feiticeiro do terrível império usou de magia negra para invocar ao mundo demônios que lhe ajudariam a derrotar os reinos que um dia se tornariam Eimland. A Sagrada Alene, a Favorita de Deus, uniu as 5 Joias das Estrelas e convocou o poder dos Heróis das Estrelas para mais uma vez expulsar os demônios para o éter.

Inquisição Ardente: Os caçadores de heresia da igreja, compostos por inquisidores, os literais caçadores de heresias e de bruxas, e impositores, conselheiros e bispos locais, que garantem o seguimento da escritura entre o povo e a nobreza.

Irmandade do Lobo: Uma ordem antiga, segue os ensinamentos da Sagrada Alene em separado à igreja. Seus cavaleiros são fiéis e mártires, vivendo de doações, cavalgando pelos ermos atrás de perigos ao povo comum e passando ajuda, caridade e cura à todos.

Irmandade do Olho Negro: Baseada em Falonde, é um grupo terrorista iniciado por cavaleiros e plebeus descontentes com a nobreza. A organização é perniciosa, envolvida com atividades criminosas e escondidas, não tendo uma real face.

Karismo, religião: Antiga religião de Konsvow, misturava governo e política. Seus sacerdotes eram Reis Bruxos que comandavam o povo com feitiços e terror, e o louvor de espíritos malignos de além do véu.

Lâminas Cinzas: Um grupo de mercenários liderado pelo ex-general Zackary Le’Berry, famoso por seu heroísmo e barbarismo durante a Guerra dos 50 Anos.

Nagajah: Os assassinos místicos do grande duque Jamath Oloreas de Edhervarst. São mestres de técnicas estranhas e exóticas, vindas das terras distantes de Inka.

Olhos do Dragão: A polícia investigativa do Conselho, composta por uma elite leal ao reino e que lida com conspirações, heresias, espiões e senhores do crime.

Ordem dos Cavaleiros Negros: Estudantes de uma tradição tão antiga quanta a própria Eimland, estudam uma tradição antiga que rejeita tanto o divino quanto o profano. Aqueles poucos que sobrevivem ao árduo treinamento no monastério no topo de Monte Kosvon têm suas vidas lentamente sugadas, mas recebem grande poder em troca. Cavaleiros negros são aceitos apenas pela longevidade de sua tradição.

Pacto Cerúleo: Organização de piratas dos Mares do Sul, baseados em ilhas distantes e terras desconhecidas. São um grande empecilho à comércio e exploração.

Santa Igreja de Alene: A única religião cujo louvo é permitido em Eimland, segue a figura messiânica da Sagrada Alene, que em gerações passadas enfrentou o poder do Império de Konsvow e seus sacerdotes-feiticeiros junto do poder de seus 4 discípulos, todos tornados em Heróis das Estrelas. Foi queimada como herege, traída por seu marido e discípulo Kinslav.

Seis Domínios: O nome formal das seis regiões principais de Eimland. Cada Domínio possui um Senhor que comanda lordes inferiores e controla um exército leal à coroa.

Templários da Santa Igreja: O corpo marcial da igreja, guerreiros sagrados e guardiões de templos, comanda uma força militar espalhada pelos Seis Domínios que se compararia à uma das Ordens dos Seis Domínios. Seus membros, chamados de Cavaleiros Divinos, são comandados pelo templário Jean-Michel Torseau.

This entry was posted on sábado, agosto 23, 2014 at 22:25 and is filed under . You can follow any responses to this entry through the comments feed .

0 comentários

Postar um comentário